PROJETO EKOS DA VIDA – por SolBatt

POESIA DE RUI BARBOSA
NUNCA ESTEVE TÃO ACTUAL!

A poesia de Rui Barbosa (poeta brasileiro), apresentada a seguir, poderia ter sido escrita hoje, sem mudar uma palavra.

SINTO VERGONHA DE MIM
Sinto vergonha de mim
por ter sido educador de parte deste povo,
por ter batalhado sempre pela justiça,
por compactuar com a honestidade,
por primar pela verdade
e por ver este povo já chamado varonil
enveredar pelo caminho da desonra.

Sinto vergonha de mim
por ter feito parte de uma era
que lutou pela democracia, pela liberdade de ser
e ter que entregar aos meus filhos,
simples e abominavelmente,
a derrota das virtudes pelos vícios,
a ausência da sensatez
no julgamento da verdade,
a negligência com a família,
célula-Mater da sociedade,
a demasiada preocupação
com o ‘eu’ feliz a qualquer custo,
buscando a tal ‘felicidade’
em caminhos eivados de desrespeito
para com o seu próximo.

Tenho vergonha de mim
pela passividade em ouvir,
sem despejar meu verbo,
a tantas desculpas ditadas
pelo orgulho e vaidade, a tanta falta de humildade
para reconhecer um erro cometido,
a tantos ‘floreios’ para justificar actos criminosos,
a tanta relutância em esquecer a antiga posição
de sempre ‘contestar’,voltar atráse mudar o futuro.

Tenho vergonha de mim
pois faço parte de um povo que não reconheço,
enveredando por caminhos
que não quero percorrer…

Tenho vergonha da minha impotência,
da minha falta de garra,
das minhas desilusões e do meu cansaço.
Não tenho para onde ir
pois amo este meu chão,
vibro ao ouvir o meu Hino e jamais usei a minha Bandeira para enxugar o meu suor
ou enrolar o meu corpo
na pecaminosa manifestação de nacionalidade.

Ao lado da vergonha de mim,
tenho tanta pena de ti,
povo deste mundo!’
De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver prosperar a desonra,
de tanto ver crescer a injustiça,
de tanto ver agigantarem-se os poderes
nas mãos dos maus,o homem chega a desanimar da virtude,
A rir-se da honra,a ter vergonha de ser honesto’.

Rui Barbosa

POESIAS DOS ALUNOS DO INSTITUTO ESTADUAL RUI BARBOSA, ELABORADAS NO PROJETO EKOS DA VIDA, COORDENADO PELA EDUCADORA SOLANGE DA CRUZ BATTIROLA,  ENCAMINHADAS PARA PUBLICAÇÃO

NATUREZA
A Natureza acabando…
Água terminando…
A crise começando…
…Animais morrendo
Pessoas chorando…
E os homens desmatando…
E o nosso mundo se acabando!
Mas está em tempo de melhorar
A Natureza parar de chorar
E só homem se conscientizar
Plantar
Molhar
Cuidar
Que tudo pode melhorar!
Thaís Melo Maciel São Luiz Gonzaga – RS
BELA NATUREZA – FERNANDO CERIBOLLA
BELA NATUREZA
Tão linda é a natureza
Que me sinto nas nuvens
Pensando em sua estupenda beleza.
Mas parece que apenas
Um pensamento paira pelo ar,
Desmatar, desmatar, desmatar…
Não entendo como o homem
Pode desmatar, pois,
Isso só irá lhe prejudicar.
Pode ser que talvez
Um dia o homem consiga se ligar
De que é melhor preservar,
Do que ter reflorestar.
Fernando Ceribolla
São Luiz Gonzaga – RS

A ÁGUA – MARIA DA ROSA FELTRIN DE MATOS
A ÁGUA
Amigos vocês sabem o que
Quero que todos nós saibamos?
Não sabem , por isso vou falar
De algo precioso para todo o povo
Por isso peço a todos vocês vamos cuidar.
É da água que vou falar
Sem ela não podemos viver
Ela é para nós muito importante
Muitos gostam de desperdiçar
Sabem, mas não querem cuidar.
Muitos dos nossos irmãos
Não tem nem para tomar
E muitos de nós jogamos fora
Sem tem no que ocupar
Por isso não vamos desperdiçar
Por que sem ela nenhum de nós
Pode ficar, pensem no que aconteceráSe água em nossa casa faltar.
Maria Rosa Feltrin de Matos São Luiz Gonzaga – RS

ECOLOGIA — DILVANE DA SILVA
ECOLOGIA
Nos dias que vivemos
Tantas coisas acontecendo
As plantas morrendo com a seca
Tudo o que o homem faz
É um estrago para o nosso planeta
Floresta e a água é um bem que Deus criou
A Água cada vez mais pouca
O que será de nós se ela faltar
Tudo o que temos hoje
Amanhã não teremos mais
A cada dia vemos mais coisas
Poluindo até o ar
Não sei o que será de nós
Se a água acabar.
Dilvane da Silva
São Luiz Gonzaga – RS

NATUREZA -DANIELA MEDINA
NATUREZA
A Natureza é uma
surpresa
Um mundo raro
Com muita beleza
Com ela vivemos um montão
Sem ela falta inspiração
Por isso vamos
Nos animar e preservar
Pois sem ela, não podemos ficar.
Daniela Medina São Luiz Gonzaga – RS

ÁGUA – CRISTIAN DA SILVA PINTO
ÁGUA
Água que sai da fonte
Limpa e saudável
A caminho do horizonte
Tornando nossa vida agradável
Essa fonte muito pura
Pode um dia se acabar
Fazendo a terra ficar dura
E nada poder plantar.
Quando ela nos faltar
Algo de mal vai acontecer
Se não nos cuidar
De sede poderemos morrer.
Cristian da S. S. Pinto São Luiz Gonzaga – RS


VIDA – ITAMAR SILVA
VIDA
A natureza por ser generosa
Nos dá uma vida maravilhosa
Temos paisagens exuberantes
Basta sermos inteligentes
E cuidar dos rios, lagos e vertentes.
Não devemos usar na natureza a ambição
Em vez de fazer destruição
Temos que nos dar as mãos
Para sermos mais irmãos.
Itamar Silva
São Luiz Gonzaga – RS

A ÁGUA – GIOVANA VIEIRA SAURIN
A ÁGUA
Antes…
Água,
Hoje…
Vida…
Amanhã
O quê?
Será que é o fim de nosso futuro?
Será que nossos olhos
Enchergam o que nos espera?
A Água
É vida
E vida somos nós?
Quem seremos?
Por que vivemos?
Para que deixar neste
mundo mais uma
Lágrima de descaso humano?
O planeta precisa viver;
E quem sabe todos saberão o que fazer
Para isso…
Um dia…Quem sabe!!!
A água não acaba!
Giovana Vieira Saurin
São Luiz Gonzaga – RS

ECOSSISTEMA – FRANK WILLIAN
ECOSSISTEMA
Não deixe a poesia
Ser teoria em sua vida
Coloque em prática
O ecossistema entoa por socorro.
Reciclem o lixo
Plantem árvores
Preservem os rios
Tornando em bens renováveis e sustentáveis.
Não degradem o solo
Não poluam a água e o ar.
Consuma sem destruir
Preserve o planeta.
Frank William
São Luiz Gonzaga – RS

A NATUREZA NOS PEDE SOCORRO – ADERCELINE CAMARGO
A NATUREZA NOS PEDE SOCORRO
A Natureza está nos pedindo socorro
Ela clama por paz…
Ela já está sentindo-se incapaz
No meio de tanta crueldade
Ela implora
Pede piedade
Para que não a machuquem
Mais pede um pouco de paz
Pede para o homem usar sua inteligência em benefício da natureza
E não contra ela.
O verde tão lindo das matas está se acabando.
Os rios estão secando
A natureza está clamando!
Choro, pois sozinha nada posso fazer
Mas juntos conseguiremos
Reverter, a situação
E talvez no futuro possamos viver harmoniozamente
Sem guerra com a natureza
Pois ela nos dá paz e tranquilidade para viver
Ela nos pede um pouco de paz.
Aderceline Camargo –
São Luiz Gonzaga – RS
 

ÁRVORES QUE CHORAM – POR GABRIELE SANTANA PAZ
ÁRVORES QUE CHORAM
As árvores amavam os homens
mas porém os homens não
amavam as árvores.
As árvores traziam encanto
a todos
com muita paz e alegria
porém os homens não sabiam
da grande importância que
elas tinham,
e sem piedade as destruíam.
As árvores revoltadas tudo faziam
e também sem dó e piedade
com furacões e terremotos
respondiam.
Da sua maneira tentavam
nos pedir socorro
pelo grande estrago
que o homem fez ,mas
que há de mais precioso.
Gabriele S. Paz
São Luiz Gonzaga – RS


O MUNDO FUTURO – POR CLEONARA TASSO CORREIA
O mundo futuro
Ao invés da brisa;
… um vento seco…
…Ao invés do perfume das flores;
…cheiro de fumaça…
…ao invés de árvores;
…imensos cemitérios florestais…
…Ao invés de plantas;
…míseras ervas daninhas…
…Ao invés de céu azul;
…uma imensa e infinita camada de CO…
…Ao invés de animais;
…pragas e doenças degeneralizadas…
…Ao invés de vida;
…a luta de hoje pelo amanhã…
…Ao invés de mundo;
…um vasto planeta, seco, sem vida,
…e habitados por seres não pensantes.
Cleonara Tasso Correa
São Luiz Gonzaga – RS

AS ÁGUAS – POR ORILDES MENEZES
As águas
Não podemos negar, contribuímos para isto.
Agora nos resta conscientizarmos
Trabalhar para que as coisas mudem
Utilizarmos nossa inteligência para consertar o que destruímos
Realmente não é fácil, mas não é impossível.
Estamos colhendo o que plantamos
Zero é a nota dada
Ao ser humano…
Porque acordamos tão tarde?
E a água que hoje nos falta, era
Diariamente desperdiçada.
E agora o que faremos?
Socorro! É o grito que a natureza literalmente nos faz escutar.
O que será de nós se não começarmos a agir?
Como será o mundo daqui a alguns anos?
O que ficará para nossos descendentes?
Rimos muito, agora só nos
Resta chorar
Ou acordar e a natureza “salvar”!?
Orildes Menezes
São Luiz Gonzaga – RS


VIVER É VIDA – DAIANE SANTOS
Viver é vida
Minha vida é você…
sem você não vivo
Porque me judias assim?
me tiras o que mais preciso…
Lembre, minha vida é você…
sem você jamais viverei.
já me castigaste tanto
Não me faça sofrer…
Sem você morrerei…
sofrerei tanto.
Não terei força para levantar…
Vou morrer porque…
tirarão você de mim.
Arrancarão você desta vida.
Me pergunto porquê?
Ar que respiro…
Vento que sopra…
Sol que aquece…
Terra que vivo…
Volte, a sorrir com ajuda de todos nós.
Para que continuemos a vida…
Amando, sorrindo, cantando…
Daiane Souza
São Luiz Gonzaga – RS


GRITO A RAZÃO POR SANDRA SANTOS
O grito a razão
Quando olhares para trás
Verás a terra em cinzas
Abandonada em total destruição
Sobre a consciência degradada
Não haverá lágrimas
Aos olhos impermeáveis
Porque aniquilou a vida
Das plantas
Dos animais
Das águas e do ar
A vertente que nasceu ao pé da corticeira
Verte apenas gotas de água barrenta
Da corticeira resta o lutoso toco
Fumaçando dor
Visão sombria da desmatação
Poluição e morte
Traz um grito
Desafiador a insensatez humana
Deixe o coração petrificado
E volte a razão
De um novo tempo
Reciclando sempre
Reflorestando constantemente
Reflorescendo infinitamente.
Preservando a vida!
Sandra Santos –
São Luiz Gonzaga / RS


EKOCHATOS PELA EDUCADORA SOLANGE DA CRUZ BATTIROLA
Ekochatos
Palavra de quem solta o verbo
Em defesa do nosso ambiente.
Ekochatos são sonhadores…
Sonham com cascatas cristalinas,
banho de cachoeira,
rios, lagos, lagoas,
igapó, igarapés
Ekochatos são aventureiros…
Aventuram-se entre matas e florestas,
Entoam canções ao vento.
Meditam seus pensamentos,
Revolucionam com suas idéias.
Querem salvar o planeta!
Ekochatos são sábios…
Sabem que incomodam,
Agitam a sociedade, defendem os animais em extinção.
Não se calam diante da devastação,
Do desmatamento ou da destruição.
Ekochatos são realistas…
Com bandeiras em punho,
Buscam ações concretas,
Ecoando em diversos idiomas:
A defesa do nosso meio ambiente!
Solange da Cruz Battirola São Luiz Gonzaga /RS

LANÇAMENTO DO LIVRO EKOS EM SÃO LUIZ GONZAGA

LOGOTIPO VIRARTE
FOTO OFICIAL DO ENCONTRO NA CHOUPANA
ARNO SCHLEDER ENTREGA CERTIFICADO A
ALUNA ROSA DA TURMA 104

PRONUNCIAMENTO DE ARNO SCHLEDER

PRONUNCIAMENTO DE EDINARA LEÃO
COORDENADORA GERAL DO VIRARTE
VEIO DE SANTA MARIA,
ESPECIALMENTE PARA O LANÇAMENTO DO LIVRO EKOS

SRA. ÍRIS ENTREGA O CERTIFICADO PARA A ALUNA DILVANE
PRONUNCIAMENTO DE MARFISA ROMERO



EDINARA LEÃO ENTREGA
CERTIFICADO AO ALUNO CRISTIAN DA TURMA 104

UM ABRAÇO QUERIDA LÍDIA! QUE DEUS SEMPRE ABENÇOE TUA VIDA!
NOSSA HOMENAGEM DE DESPEDIDA A LÍDIA – DO IERB

CRISTIAN E SEU POEMA

THAÍS LIDERAU E SUA CONVIDADA ESPECIAL.

THAÍS LIDERAU E WILLIAN NORO EM SUAS APRESENTAÇÕES.

LUCAS, ANDRESSA, ANA FRANCISCA E CRISTIAN
SRA. ÍRIS E AO FUNDO, A FAMÍLIA DA ALUNA DAIANA CHAGAS


PROFESSORES PRESENTES: FELIE ANTONINI, NEUSA ROCHA, MARY ANTONINI, SELMA CRESTANI, FUNCIONÁRIA LÍDIA E O ALUNO WILLIAN DA T.304


EDINARA LEÃO COM O PEDRINHO
AS ALUNAS MARIA ROSA E DILVANI
SRA. ÍRIS E SUA AMIGA

PROF. SOLANGE APRESENTANDO O LIVRO EKOS.
AO FUNDO: TAÍS LIDERAU
Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: